main

DECLARAÇÃO DA ALIANÇA EVANGÉLICA MUNDIAL

August 26, 2005

É com grande pesar e profunda preocupação que a Aliança Evangélica Mundial, condena a recente declaração de Pat Robertson, na qual sugere ao governo dos EUA que assassine o presidente Chavez, da Venezuela.

Esse tipo de declaração, feita por esse reconhecido líder cristão norteamericano, contradiz, completamente, os ensinamentos de Jesus Cristo, é o que crêem e o que buscam demonstrar os evangélicos cristãos.

Geoff Tunnicliffe, diretor internacional da Aliança Evangélica Mundial adianta que Robertson não fala pelos cristãos evangélicos. Cremos na justiça e na proteção dos Direitos Humanos a todos, incluindo o presidente Chavez.

O pastor Samuel Olson, presidente do Conselho Evangélico da Venezuela, expressou sua preocupação pelo impacto negativo nos cristãos evangélicos da América Latina, diante dessa declaração. O Sr. Robertson nos colocou em risco dando razão a que pensem que alguns de nós, apoiaríamos tal ação, quando, na verdade, a repudiamos.

Exigimos do Sr. Robertson, que se retrate ou que retire sua declaração, que se reconcilie com a fé cristã ortodoxa e convocamos todos os povos a refutarem enfaticamente tal declaração, sabendo que trata-se da opinião de um individuo, e não da de centenas de milhões de cristãos evangélicos do mundo.